Dor no pescoço

Trabalho de computador, passeios de carro, longas noites em frente à TV - passamos a maior parte do tempo sentados. Como resultado, surgem tensões e dores que levam automaticamente a más posturas. Começa um ciclo vicioso porque, muitas vezes, uma má postura alimenta a tensão e causa ainda mais dor no pescoço. Mas também, outras causas podem favorecer a dor no pescoço e nas costas, ou piorar a condição.

As causas da dor no pescoço

Uma variedade de fatores pode afetar negativamente o pescoço e a região posterior, provocando dores no pescoço e costas. As causas mais comuns são:

  • Tensões musculares
  • Lesões
  • Inflamações ou doenças reumáticas
  • Bloqueios nas vértebras
  • Hérnia discal
  • Osteoporose (perda de massa óssea)

As causas das dores no pescoço e nas costas não têm de surgir de repente, é possível que tenham estado despercebidas há algum tempo. Um movimento em falso/errado/incorreto ou uma corrente de ar frio é, muitas vezes, suficiente para despoletar a dor no pescoço.

Além disso, existe uma variedade de outras razões que podem causar os sintomas de dores no pescoço e nas costas:

  • Levantar cargas pesadas de forma incorreta
  • Um movimento desfavorável, por exemplo no desporto
  • Distensões, tensões ou lesões durante o sono

No que se refere a estas dores, elas em geral fazem-se notar de forma aguda evidente de forma aguda.

O modo de vida moderno como a causa para tensões no pescoço

Atualmente, muitas pessoas sofrem de dores no pescoço e nas costas. Mas porquê? A resposta encontra-se no nosso modo de vida moderno. Ao contrário das gerações anteriores, o homem moderno quase não se mexe. E quem se mexe muito pouco, carece de uma musculatura estável. Por sua vez, os músculos fracos não conseguem sustentar e aliviar a coluna vertebral de forma satisfatória – as consequências são as dores nas costas e no pescoço. Inicialmente os sintomas aparecem na forma de tensão no pescoço, a qual se pode transformar numa dor mais forte, que não deve se ignorada.

Além disso, como resultado de uma má postura a longo prazo ou sobrecarga unilateral, pode surgir um nervo comprimido na área do pescoço, ombro ou costas. Este torna-se muitas vezes percetível por dores acentuadas nas costas, tensão nos músculos ou até mesmo dormência.

Informação

Informação: A dor no pescoço faz com que tomemos uma postura incorreta, o que acaba por piorar a dor. A Aspirina® pode ajudar a aliviar a dor.

Dor de cabeça: um sintoma típico da dor no pescoço

Se os músculos do pescoço estão tensos, frequentemente, expressa-se por dores no pescoço que podem irradiar do pescoço para os ombros. Às vezes, a cabeça e o pescoço só se conseguem mexer sob dores. Se os músculos do pescoço estão muito tensos, também pode ter outros efeitos: dores de cabeça devido a dores de pescoço são mais conhecidas sob o termo dores de cabeça tensionais.

As dores no pescoço podem também ser sintoma concomitante de enxaquecas. Além disso, é possível que ocorram distúrbios circulatórios e dores nos braços e nas mãos. As pessoas afetadas têm uma "dor nas costas" tão severa que sofrem de náuseas ou vómitos.

Dores no pescoço como sintoma concomitante em doenças

Nem sempre são as tensões musculares que causam as dores no pescoço ou nas costas. As dores no pescoço podem ser, também, sintoma de doenças reumáticas ou infeções na região da cabeça e da garganta. Além dos sintomas agudos, são frequentes ainda a febre, sensação de rigidez e mobilidade limitada da cabeça.

Mesmo a osteoporose (perda óssea) ou a inflamação dos discos intervertebrais e das vértebras podem causar dor no pescoço como sintoma concomitante. Contudo, o mesmo se aplica aqui: as dores no pescoço são apenas um dos sintomas que aparecem; por exemplo, as inflamações vertebrais são frequentemente acompanhadas de febre, dor de cabeça, ou fadiga.

Stress

Esta é uma das principais causas de tensão e consequentemente da dor no pescoço

Calor

O calor em combinação com massagens ajuda a resolver bloqueios e tensão

Analgésicos

Oferecem alívio das dores no pescoço

Prevenção

Cuide da sua postura para evitar as dores no pescoço

Stress psíquico como causa da dor no pescoço

Muitas vezes, o stress psíquico é negligenciado como causa potencial da dor no pescoço e nas costas. Assim, por exemplo, um mau clima na empresa, medo no local de trabalho ou stress podem causar queixas nas costas. A razão: quando estamos sob pressão, o corpo reage com a libertação de adrenalina, um mecanismo que antigamente costumava preparar os músculos para a ação de fugir ou lutar, devido ao enorme esforço muscular que era necessário. Este mecanismo de libertação da adrenalina desenvolveu-se naturalmente nos dias de hoje, onde essa libertação já não se esgota, a adrenalina permanece no corpo, originando tensão, dor no pescoço e outros sintomas.

Fragezeichen

A nossa coluna vertebral tem de suportar, em conjunto com os músculos que a rodeiam, o peso da cabeça - que pesa de cinco a seis quilos.

O que fazer com relação à dor no pescoço

A causa da dor no pescoço deve ser determinada, antes do início de qualquer tratamento ou terapia. Uma hérnia discal, por exemplo, não pode ser tratada com calor ou analgésicos. Neste caso, a dor no pescoço terá de ser vista por um médico pois, em alguns casos poderá ser necessária uma intervenção cirúrgica.

Geralmente a dor no pescoço não é provocada por doença ou por lesão, mas sim pelo estilo de vida da pessoa. O aumento ou redução da intensidade da dor é, predominantemente, influenciado pelo estilo de vida na maioria dos casos e é aqui que devem ser direcionadas as medidas para controlar os sintomas de dores no pescoço e costas.

  • Faça mais exercício físico. Especialmente as pessoas que passam muito tempo sentadas no trabalho, tendem a esquecer-se disso. O desporto é mais do que uma atividade de lazer pois, também tem um efeito positivo a longo prazo na sua saúde e ajuda a aliviar a tensão muscular.
  • Evite más posturas. Isto afeta também as pessoas que permanecem muito tempo sentadas durante o trabalho. Outro grupo de risco, são aqueles que passam grande parte de seu tempo livre sentados em frente ao computador.
  • Muitos sintomas de dor no pescoço ocorrem também quando a pessoa dorme numa posição desfavorável, ou quando a almofada é muito dura ou o colchão muito macio. A coluna cervical não deve permanecer numa posição desconfortável à noite, portanto, procure aconselhamento sobre esta situação em lojas especializadas.
  • Aprenda a relaxar. Reduza o stress, pois este é o principal fator da dor no pescoço e de dores de cabeça tensionais. Isto requer um ajuste no seu estilo de vida, portanto, veja como pode mudar sua rotina diária para poder descansar.

Medidas que podem ser tomadas contra a dor no pescoço aguda

  • A dor aguda no pescoço pode ser alivíada com calor. Uma almofada de caroço de cereja, um banho ou duche de água quente podem ajudar a libertar os músculos contraídos e a aliviar a dor concomitante
  • Massajar os ombros até ao pescoço liberta os bloqueios e relaxa os músculos tensos.
  • Em caso de dores agudas nas costas e pescoço, pode também ser usado tratamento com analgésicos, bastante eficazes, à base de ácido acetilsalicílico, como por exemplo Aspirina® Comprimidos. No entanto, os medicamentos só devem ser usados a curto prazo - uma solução permanente deve ser combater a causa.
Todos os produtos Aspirina®

Todos os produtos Aspirina®

Aspirina® Xpress, Migraspirina® , Aspirina® Complex, Aspirina® C ou Aspirina® Granulado? Qual a mais indicada para mim?