Dores nas costas

Um movimento em falso e eis o que se sucede: as costas doem, o pescoço range. Dores nas costas e no pescoço, não são uma raridade, grande parte da população apresenta estas queixas: sete em cada dez portugueses, ou seja 72,4%, sofre ou sofreu de dores nas costas. Mas o que significa exatamente quando as costas e o pescoço doem? Quais são as causas das dores nas costas e que modalidades de tratamento existem?

Causas e diagnóstico das dores nas costas

Atualmente, as dores nas costas são um problema bastante comum e têm várias causas, como a falta de exercício ou postura inadequada. Isto porque, tanto o seu corpo como as suas costas precisam de se mover e de ser fortalecidos. Portanto, é normal que a sua coluna vertebral e outras partes do seu corpo, eventualmente, demonstrem de forma negativa essa falta de exercício ou postura inadequada, através de dores musculares e dores nas articulações.

As dores nas costas, geralmente, são provocadas por músculos tensos e não devem ser ignoradas. Ao não serem tratadas, as tensões iniciais podem evoluir rapidamente para uma dor aguda nas costas. Por vezes, os sintomas podem-se propagar e abranger toda a coluna, desde as vértebras lombares até às cervicais. Deste modo, um nervo comprimido nas costas pode provocar dor, que se irradia para os braços, mãos ou pernas.

Infelizmente, as pessoas que sofrem de dor crónica nas costas costumam adotar automaticamente uma postura incorreta, o que causa a perda de mobilidade e, por sua vez, piora os sintomas. Portanto, o tratamento adequado é ainda mais essencial nos casos de dor nas costas de longa duração.

icon

Alguns factos: 31,3% dos portugueses já teve que pedir uma baixa médica devido a dores nas costas e 28,4% dos portugueses sente que a sua atividade profissional já foi prejudicada ou comprometida de alguma forma pelo facto de ter dores nas costas.

Nem todas as dores nas costas são iguais. Vários fatores como a causa, a duração ou a gravidade, levam à diferenciação dos sintomas. As dores de costas estão divididas em:

  • Dores nas costas não específicas, quando não se deteta nenhuma causa orgânica por meios clínicos
  • Dores nas costas específicas, quando, por exemplo, está subjacente uma doença da coluna ou se determina concretamente o local de origem (musculatura, vértebras).

Além disso, o médico diferencia entre dores de costas agudas, subagudas e crónicas. As primeiras dores, dores de costas agudas definem-se por não durarem mais do que seis semanas; na maioria das vezes os sintomas desaparecem por si só. As dores subagudas têm sintomas com duração superior a seis semanas. Se as dores persistirem após doze semanas, fala-se então de dores nas costas crónicas.

No diagnóstico o médico tem à disposição várias possibilidades para determinar as causas e grau de severidade. No início, ocorre sempre uma conversa pormenorizada com o doente, na qual o médico questiona sobre as seguintes áreas e características da dor, entre outras:

  • Localização
  • Irradiação (região corporal específica)
  • Duração
  • Evolução, ocorrências de dor anteriores
  • Terapias realizadas até à data e os seus resultados
  • Ocorrências no decurso do tempo, em determinadas atividades
  • Sintomas coadjuvantes

Dependendo do diagnóstico e das causas para as dores nas costas, o médico inicia um tratamento adequado.

As possibilidades de tratamento das dores nas costas

No caso de dores de costas específicas, podem ser aplicadas intervenções cirúrgicas. Quando não se detetam causas específicas para os sintomas, os médicos recorrem a um tratamento muitas vezes relacionado com a sintomatologia. São, nesse caso, aplicadas medidas medicamentosas e também medidas não medicamentosas para o alívio e tratamento da dor nas costas.
As possibilidades de tratamento não medicamentoso para dores nas costas:

  • Massagens
  • Termoterapia
  • Fisioterapia
  • Terapia de movimento e desportiva
  • Técnicas de relaxamento (por exemplo treino autogénico)

As pessoas que sofrem de dores nas costas fortes e agudas, que dificilmente conseguem executar as suas tarefas quotidianas, podem recorrer a analgésicos, tais como Aspirina® Comprimidos. Uma medida medicamentosa deve ser vista apenas com uma forma terapêutica concomitante, de modo a poder retomar as suas atividades quotidianas, e por essa razão deverá ser aplicada apenas num curto espaço de tempo. Assim, fale primeiro com o seu médico ou farmacêutico sobre o uso dos medicamentos para o alívio das dores nas costas.

No tratamento não se trata apenas do médico estar informado, é, também, importante a participação ativa do próprio doente. Independentemente do facto das pessoas afetadas sofrerem de dores nas costas, no pescoço ou nos ombros, estas não devem assumir uma má postura. Isso poderá reforçar as tensões e em princípio causar mais dores. Assim, longos repousos na cama ou a inatividade física devem ser evitados. Desde que as dores o permitam, recomendam-se atividades físicas ligeiras.

O que ajuda a aliviar as dores nas costas?

Para libertar a tensão muscular e assim aliviar as dores nas costas, o médico pode também prescrever massagens de relaxamento. De antemão, deve informar o massagista em detalhe sobre as suas queixas; certifique-se de que este é especializado. O seu médico ou seguro de saúde podem ajudá-lo a encontrar a pessoa adequada.

A par de terapias específicas, existem ainda medidas de caráter geral que pode tomar para tratar as dores nas costas. Dado que a tensão muscular é muitas vezes o resultado de dores nas costas e no pescoço, os tratamentos com calor podem ajudar a libertar os músculos contraídos e a aliviar a dor concomitante.

Nem sempre tem de ser um saco de água quente ou uma almofada com enchimento de caroço de cereja. Pode tentar alternativamente os seguintes métodos para aliviar as dores nas costas:

  • Enrole um cachecol de lã ou pano em redor da área afetada.
  • Um duche quente ou um banho de imersão não relaxa apenas os músculos.
  • Irradie a área dolorosa com uma lâmpada infravermelha - 10 a 20 minutos são geralmente suficientes.
dolor de espalda

Tensão

É normalmente a causa da dor de costas

Exercício

Para fortalecer as suas costas e abdómen.

Diagnóstico

Peça ao seu médico para esclarecer quaisquer incertezas.

Analgésicos para as dores nas costas

Quando outros métodos falham, as pessoas afetadas perguntam com frequência o que ajuda contra as dores nas costas. Sobretudo quem já vive esta situação e sente aflição por causa dos sintomas, deseja aliviar as dores tão depressa quanto possível. Em caso de dores agudas nas costas, pode também ser usado tratamento com analgésicos, bastante eficazes, à base de ácido acetilsalicílico, como por exemplo Aspirina® Xpress No entanto, os medicamentos só devem ser usados a curto prazo – deve procurar uma solução permanente para combater a causa das dores nas costas.

O que fazer com as dores nas costas quando mais nada ajuda?

Se as causas da dor nas costas não podem ser determinadas com clareza, ouça o seu corpo. Está sob stress ou tensão mental? Existe um componente psicossomático da dor nas costas que está frequentemente relacionado com a depressão. Considere também esta opção e discuta-a com o seu médico.

Como prevenir as dores nas costas

Para não dar qualquer oportunidade à tensão nos músculos do pescoço e das costas e logo ao aparecimento da dor, pode tomar algumas medidas preventivas. Evite más posturas no local de trabalho. Aqueles que se sentam por muito tempo, devem esticar as pernas nos intervalos - isto também faz bem às costas. Preste também atenção à colocação do mobiliário ergonómico no seu trabalho, por exemplo, ajuste a altura da mesa e da cadeira ao seu corpo. 

Calor, massagens ou medicamentos são adequados principalmente para dores agudas nas costas e no pescoço. Para combater a causa - músculos tensos - deve considerar ir a um centro de exercícios para as costas ou ginástica para as costas. Através de exercícios especiais poderá fortalecer a musculatura das costas e aliviar a dor. É importante praticar com regularidade os exercícios em casa.

Além disso, pode fortalecer as suas costas com prática desportiva regular e exercícios de fortalecimento. Isto irá fornecer-lhe a estabilidade e flexibilidade necessária para as costas - mas não se esqueça de também fortalecer o seu abdómen, uma vez que este também participa da estabilidade da coluna vertebral.

todos os produtos Aspirina®

Todos os produtos Aspirina®

Aspirina® Xpress, Migraspirina® , Aspirina® Complex, Aspirina® C ou Aspirina® Granulado? Qual a mais indicada para mim?