O que causa as dores de cabeça?

Anuncia-se uma mudança de clima? O stress no trabalho aumentou? Estamos a entrar na estação das alergias? As pessoas que sofrem com frequência de dores de cabeça sabem que a proximidade da estação das alergias pode significar um aumento significativo das suas queixas. O stress, a fadiga, os problemas musculares na nuca ou nas costas, e as infeções associadas a febre são alguns dos vários desencadeadores de dores de cabeça.

As causas de dores de cabeça: stress, fadiga e outros

As dores de cabeça podem tornar o dia-a-dia num martírio. Para muitas pessoas que sofrem de sintomas fortes, é frequente não conseguirem cumprir as suas tarefas e compromissos diários como habitualmente. A qualidade de vida encontra-se limitada – especialmente quando as dores de cabeça são frequentes.

Para fazer o diagnóstico correto e poder dar início a um tratamento apropriado é importante ter em conta os possíveis desencadeadores das dores de cabeça. Os desencadeadores podem ser inúmeros fatores, desde stress até infeções ou alergias ou lesões da cabeça e das costas. Os seguintes fatores podem desencadear dores de cabeça:

Dores de cabeça devido ao stress

O stress coloca-nos em situação de aviso porque o nosso corpo sinaliza sobretudo uma coisa: perigo. Para não correr riscos desnecessários, são ativadas funções do corpo como a tensão muscular, que aumenta a disposição para a prevenção ou combate. Se o stress é permanente, por exemplo, devido à quantidade de trabalho ou a problemas familiares, tensões musculares e dores de cabeça podem ser a consequência.

Dores de cabeça devido a tensão muscular

A dor de cabeça tensional não se deve obrigatoriamente ao stress. Existem também outros desencadeadores:

  • postura errada do corpo,
  • pouca atividade física ou
  • ranger os dentes,

que podem dar origem a tensões musculares na nuca, nos ombros e nas costas. Caso não sejam tratados, podem originar dores de cabeça.

Dores de cabeça devido à má qualidade do ar

Em casa ou no trabalho, procure ter uma boa ventilação. A falta de oxigénio, em simultâneo com o excesso de dióxido de carbono (CO2) que expiramos sempre que respiramos, não faz bem à cabeça.

Dores de cabeça devido ao álcool e à nicotina

Quem exagera no consumo de álcool ou nicotina, sofre poucas horas depois as consequências: ambos os estimulantes podem favorecer o aparecimento de dores de cabeça tensionais. O álcool retira ao corpo grandes quantidades de água e provoca dores de cabeça desagradáveis. A nicotina contrai os vasos e dificulta a boa circulação sanguínea - afetando a circulação cerebral.

Dores de cabeça devido à fadiga

A falta de sono repercute-se na tensão muscular. Para o corpo, a falta de sono tem o mesmo efeito que o stress – dores de cabeça tensionais.

Dores de cabeça devido a alterações hormonais

As alterações hormonais, que ocorrem por exemplo durante o ciclo fértil feminino, também podem ser responsáveis por dores de cabeça. As mudanças no corpo podem estar na origem tanto de dores de cabeça de tensão, como de enxaquecas.

Dores de cabeça devido a alergias

Muitos alérgicos sofrem de dores de cabeça durante um surto agudo de alergia. Especialmente as pessoas alérgicas ao pó doméstico e ao pólen.

Dores de cabeça devido à sensibilidade às alterações climáticas

As pessoas sensiveis às alterações climáticas sentem-nas em forma de dor de cabeça. A razão para tal é que as alterações climáticas têm influência na tensão arterial - se esta for demasiado baixa, podem ocorrer dores de cabeça.

Dores de cabeça devido a outras doenças

Existem doenças que podem provocar dores de cabeça. Estas doenças podem ser por exemplo:

  • Inflamação da meninge
  • Hipertensão
  • Otite
  • Constipação e gripe
  • Inflamação dos olhos e falta de vista
  • Glaucoma
  • Dependência de analgésicos

A nossa sugestão em caso de dores de cabeça

Para facilitar o diagnóstico do médico responsável pelo tratamento, recomenda-se a elaboração de um calendário das dores de cabeça, onde são registados os sintomas, bem como, o grau, duração e as circunstâncias subjacentes em que ocorrem. Desta forma, é possível identificar mais facilmente as relações e as causas.